Oxford dirá a voluntários no Brasil quem foi imunizado e vacinará quem recebeu placebo

Publicado em: 22/01/2021

Os pesquisadores da vacina de Oxford/AstraZeneca vão fazer a “quebra do cego”, revelando a todos os voluntários do estudo, no Brasil, quem recebeu o imunizante ou placebo. De acordo com o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, a quebra do cego seria feita até 10 dias depois da vacina ser autorizada, o que ocorreu no domingo (17), e os voluntários foram contatados para agendar apresentação a partir de segunda (25), quando saberão se já estão imunizados e o grupo de controle será vacinado. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Os contatos começaram no dia seguinte à autorização da Anvisa. “É o fim da dúvida e a garantia de estar imune”, disse um dos voluntários. Ao receberem a ligação, os pesquisadores pediram aos voluntários que levassem consigo o cartão de vacinação para registro da imunização.

Vale lembrar que o placebo do estudo é a vacina MenACWY. Protege de meningite e sepse causada por meningococo dos grupos A, C, W e Y.

O procedimento é padrão e similar ao adotado pelos pesquisadores da Pfizer/BionTech, que já começaram a vacinar quem recebeu placebo.

 

DIÁRIO DO PODER

 




Faça o seu comentário