Servidores do Departamento Estadual de Imprensa (DEI) realizam paralisação nesta quinta no RN e acusam governo de fazer ‘política da fome’

Publicado em: 26/11/2020

Os servidores e servidoras lotados/as no Departamento Estadual de Imprensa (DEI) decidiram cruzar os braços e realizar uma paralisação de advertência nesta quinta-feira(26). O motivo da paralisação é o corte das gratificações anteriormente pagas aos/as trabalhadores/as.

O corte das gratificações já dura dez meses e tem causado impactos negativos na vida e no orçamento dos trabalhadores, especialmente porque a maioria recebe pouco mais de um salário mínimo.

A paralisação das atividades foi decidida em Assembleia da categoria convocada pelo SINAI-RN e realizada na manhã de 20/11. Na pauta, além do tema das gratificações, a Assembleia tratou do vale alimentação.

Para o diretor de Comunicação do SINAI, Alexandre Guedes, a paralisação dos trabalhadores do DEI chama atenção da sociedade e do Governo do Estado para os riscos envolvidos nas políticas de contenção de gastos, mostrando que a contenção de despesas não pode ser confundida com política de fome.

 

Com informações do Sinte-RN

 




Faça o seu comentário