PF encontra suspeito de usar dados de Neymar, Paulo Guedes e Luciano Hang para receber auxílio emergencial

Publicado em: 28/10/2020

                                       Foto: PF/Divulgação

 

A Polícia Federal (PF) realizou, nesta terça-feira (27/10), operação contra um homem suspeito de fraudar o pagamento do auxílio emergencial em nome de personalidades famosas, como o jogador de futebol Neymar, o empresário Luciano Hang e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão com o objetivo de fortalecer provas em inquérito policial que investiga as fraudes na abertura de contas na Caixa Econômica Federal. A ordem judicial foi expedida pela Justiça Federal do Ceará e cumprida em Fortaleza (CE).

Durante o cumprimento do mandado, foram apreendidos documentos e mídias que serão submetidos à perícia técnico-científica. “[O suspeito] logrou êxito em cadastrar diversas pessoas para o recebimento de auxílio emergencial cujas parcelas foram por ele sacadas”, diz a PF.

O delegado da Polícia Federal responsável pela operação, Olavo Pimentel, explicou que os valores sacados pelo criminoso são inicialmente reduzidos, mas a corporação segue com as investigações. “Foram quantias em nome de cinco ou seis pessoas”, disse.

De acordo com as apurações da Polícia Federal, o investigado abriu duas contas usando os dados do jogador Neymar, atacante do PSG, da França, e da seleção brasileira, sendo que uma delas com o objetivo de receber auxílio emergencial cadastrado por meio de aparelho celular.

“O investigado e quaisquer outros partícipes das fraudes contatadas na investigação responderão pelos crimes de estelionato majorado, falsificação de documento público, uso de documento falso e organização criminosa, na medida de suas responsabilidades”, disse o delegado Olavo Pimentel.

 

Metrópoles

 




Faça o seu comentário