Pedido de embargo de candidatura do vice por continuação de familiares no cargo poderá derrubar a chapa de Louvado em Taipu

Publicado em: 27/10/2020

Um dia depois de terminado o prazo para substituições de candidaturas, o candidato a prefeito de Taipu, Louvado (PSD) pode ter sua chapa derrubada pela justiça.

Isso se a justiça considerar o pedido de embargo feito pela assessoria jurídica do prefeito e candidato à reeleição, Bastinho da Campel (MDB).

O embargo tem como base o vice de Louvado, Rodriguinho (PSD), que faz parte de um núcleo familiar que há 8 anos se reveza na vice-prefeitura: o atual vice Marcelinho, sua mãe Leônia e agora a possibilidade de Rodriguinho eternizar a família no cargo.

Rodriguinho é marido da neta de Leônia, que é sobrinha de Marcelinho…

Entendeu?

Tipo…por usocapião, daqui a pouco a vice-prefeitura de Taipu será instalada na casa da família.

De acordo com a Constituição Federal, os candidatos aos cargos majoritários poderão ser reeleitos para um único período subseqüente.

“São inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes consangüíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção”, diz a Carta Magna.

Dessa forma, o nome de Rodriguinho como candidato a vice-prefeito, poderá ser impugnado, derrubando com ele a candidatura de Louvado.

 




Faça o seu comentário