Prefeitos contam com assessoria especializada para destravar burocracia e executar projetos

Publicado em: 16/09/2021

                                               Foto: Divulgação

 

Os desafios da gestão pública vão muito além de ter ou não recursos para tocar obras e projetos importantes para a população. Há muita burocracia, leis que se sobrepõem, prazos e ritos que precisam ser cumpridos para que a máquina governamental possa girar com eficiência. Nesse caso, cada vez mais gestores recorrem à profissionalização da gestão por meio de um suporte e orientação que possa auxiliar na arrumação da casa, identificar as competências e orientar por quais caminhos seguir, em busca dos melhores resultados. No Rio Grande do Norte, a Analisa RN – Consultoria e Assessoria Pública e Empresarial vem atuando nesse auxílio a gestores em prefeituras e câmaras municipais de alguns dos principais municípios do Estado.

O trabalho começa com um diagnóstico da situação do município que dura, em média, 60 dias, e engloba sugestões em relação a otimização de equipes, gestão financeira, capacitação técnica, entre outras. Depois, é elaborado um fluxograma para que as ações possam se desenvolver com maior rapidez e eficiência. Os gestores também podem optar por um assessoramento a longo prazo, com a disponibilização de ferramentas e sistemas que contribuem para otimizar diversos processos internos.

“Quando um novo gestor chega para administrar um município, ele acaba encontrando um emaranhado de leis e normas que precisam ser seguidas. Além disso, ele precisa administrar bem as competências das pessoas que trabalham com ele, porque nenhuma atividade é independente. Esses são os maiores gargalos para prefeitos”, explica o diretor de relacionamento da Analisa RN, Francistony Valentim.

“Se já não bastasse a burocracia, há sempre novidades para os gestores, como é o caso, atualmente, das novas regras para contratações públicas, que entraram em vigência facultativa esse ano e vão se tornar obrigatórias a partir de 2023. As prefeituras vão necessitar da realização de diversos procedimentos de planejamento prévio à contratação das despesas públicas, e aquele município que deixar para o último momento passará por grandes dificuldades. Esse é um trabalho que a gente faz junto aos municípios”, complementou o diretor de administrativo Fladimyr Gomes.

O trabalho realizado pela Analisa- RN também tem como foco o cumprimento das determinações legais impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000), que a tempos vem assombrando os gestores pelos valores altos de multas pessoais por descumprimentos das regras.

BENEFÍCIOS À POPULAÇÃO

O trabalho realizado pela Analisa RN impacta diretamente na qualidade de vida da população. Isso porque quanto menos erros e mais eficiência tiver na administração pública, mais rapidamente o plano de governo vai se concretizar de forma efetiva. O objetivo é tentar destravar a burocracia e dar celeridade aos processos.

“Toda prestação de serviço pública é antecedida por um trabalho burocrático e é exatamente aí que a gente atua. O exemplo pode vir desde uma simples campanha de vacinação, que se não realizar os processos com antecedência e planejamento, não sai, até a construção de grandes obras, como um hospital. Se não tiver tudo absolutamente conforme as exigências da legislação, não sai do papel”, reafirmou Francistony.

“Quando se consegue fazer essa engrenagem funcionar, a população começa a esperar muito menos pelas ações que o gestor prometeu lá no palanque. Esse é o grande exemplo de uma gestão eficiente e aprovada pelo povo”, encerrou Fladimyr.

 

BG

 




Faça o seu comentário