Alexandre de Moraes determina prisão de ex-PM por ameaça de morte publicada no Twitter

Publicado em: 07/09/2021

                                Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

 

Alexandre de Moraes determinou a prisão preventiva do ex-PM Cássio Rodrigues Costa Souza, que publicou no Twitter ameaças de morte contra o ministro e sua família. O pedido foi feito por Lindôra Araújo, que considerou as postagem gravíssimas, por promoverem “incitação de atos violentos e na ameaça direta de morte a integrante” do STF. O ex-policial militar foi preso pela Polícia Federal nesta segunda-feira (6).

“Morra careca filho da puta, 3ª feira vamos te matar e toda sua família seu vagabundo, advogadinho de merda do PCC, sou Policial Militar e nós militares te eliminaremos”, afirmou o ex-PM de Minas Gerais em seu perfil no Twitter.

Ao determinar a prisão preventiva de Souza, Moraes disse que a conduta relatada pela PGR é ilícita, constituindo ameaça ao Supremo e à ordem pública.

Ainda segundo o ministro, “está absolutamente demonstrada a necessidade de decretação da prisão, notadamente para a garantia da ordem pública, não sendo vislumbradas, por ora, outras medidas aptas a cumprir sua função”.

Além da prisão, Moraes expediu ofício ao Facebook, Instagram, Twitter e Youtube ordenando o bloqueio dos perfis e páginas do ex-PM.

Essa não foi a única ordem de prisão decretada por Moraes neste final de semana. Ele também mandou prender o bolsonarista Márcio Giovani Nique, conhecido como “professor Marcinho”.

O homem apareceu em uma live do TikTok afirmando que um empresário está oferecendo dinheiro “pela cabeça” de Moraes.

 

Poder 360

 




Faça o seu comentário