“Mancha a imagem da CGU”, diz Luis Miranda sobre auditoria da Precisa

Publicado em: 31/07/2021

O deputado Luis Miranda (DEM-DF) disse nesta quinta-feira (29) que o resultado da auditoria aberta pela Controladoria Geral da União (CGU) para apurar irregularidades no contrato de compra da vacina indiana Covaxin “mancha radicalmente a imagem da CGU”. O levantamento apresentado pelo ministro Wagner Rosário não detectou irregularidades no preço, nem nos prazos do acordo. Ainda assim, o chefe da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que o contrato será cancelado. As informações são do Congresso em Foco.

Em entrevista ao Derrete Cast, podcast do MBL, o deputado respondeu questionamento da repórter Ana Krüger, do Congresso em Foco, sobre a conclusão da Controladoria. “Vale lembrar que estamos falando de um aliado do Bolsonaro. É mais uma tentativa de desconstruir a testemunha ao invés de tentar investigar o caso. Sinto muito, mancha radicalmente a imagem da CGU. É um tapa na cara da sociedade. Você tem a indústria dizendo que a Precisa, que é a empresa que levamos ao presidente, falsificou documentos e isso é gravíssimo”, disse.

 

 




Faça o seu comentário