Fátima: Governo federal garantiu R$ 50 milhões para retomar Pró-Moradia no RN

Publicado em: 17/05/2019

A face castigada da catadora de material reciclável Francineide Soares Ribeiro, 46, solteira, reflete a dificuldade de quem vive com menos de um salário mínimo e sustenta sozinha seus quatro filhos. Para ela, que representa uma das 500 famílias beneficiárias da ação de regularização fundiária realizada pelo Governo do RN, ter sua casa documentada é muito mais do que a realização de um sonho. É a garantia de um patrimônio. “A casinha é minha. Não vendo, não troco e quando morrer vou deixar para meus filhos”, afirmou. Nesta sexta-feira (16), a governadora Fátima Bezerra participou da cerimônia de entrega dos títulos fundiários aos moradores do Conjunto de Todos, na comunidade Regomoleiro, em São Gonçalo do Amarante, que receberam seus imóveis há dez anos e que durante uma década esperaram pelo documento.

A ação de hoje é a primeira deste ano, de uma série que resultará na entrega de 25 mil títulos fundiários, viabilizada por meio da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Social (Cehab), representada no ato pelo diretor presidente Pablo Cruz. O órgão é ligado à Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Ação Social (Sethas), que foi representada pela titula da pasta, Iris Oliveira.

“Hoje muito de vocês estão realizando esse sonho, mas posso adiantar que esse benefício será estendido a todo o RN. O aniversário é da senhora, mas o presente e do povo potiguar”, disse Pablo. Além de se referir ao total de famílias que serão beneficiadas com a continuidade da ação de regularização fundiária, ele fez menção ao fato de que as lideranças e a comunidade se adiantaram e cantaram os parabéns para a governadora, que aniversaria domingo, 19.

Fátima informou que participou de uma audiência com o secretário nacional de Habitação, Celso Toshido Matsuda, no mês de abril, em Brasília, que assegurou a liberação R$ 50 milhões para a retomada do projeto Pró-Moradia no RN, que beneficiará 1.300 famílias, contemplando 18 mil pessoas em 60 municípios do RN. “Eu fui eleita para trabalhar em prol da população. Esta é a minha missão”, destacou.

DIREITO À MORADIA DIGNA

(Veja mais…)

 




Faça o seu comentário