Secretário exonerado por ineficiência no sistema prisional do Amazonas toma posse no Governo Fátima

Publicado em: 09/03/2019

                                        Foto: Demis Roussos

 

A governadora Fátima Bezerra, ao lado do vice-governador Antenor Roberto, empossou nesta sexta-feira (08) o novo secretário de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc), Pedro Florêncio Filho. Para quem não se lembra Pedro Florêncio é o mesmo ocupava a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) do Governo do Amazonas entre 2015 e 2017, quando estourou uma crise que terminou com o massacre que deixou 64 mortos em cadeias em menos de 30 dias, e que foi exonerado por ineficiência à frente do cargo.

Na época, ele mesmo pediu para sair do cargo depois de não dar conta do recado. Se reuniu com servidores efetivos e comissionados e comunicou a saída pela porta dos fundos, sem dar muitas declarações. Foi rapidamente substituído.

Mesmo com esse currículo negativo, Fátima ainda o citou como “continuação” dos trabalhos que vinham sendo realizados pela então secretária Arméli Brennand. A mesma que vinha desidratando o trabalho desenvolvido pelo ex-secretário Mauro Albuquerque. “Acredito na competência e comprometimento de Pedro em dar continuidade e melhorar o trabalho que vem sendo desenvolvido no setor”, destacou Fátima.

O próprio secretário tratou de não falar do assunto na posse e apenas destacou que iria fazer “mais com menos”, sem especificar o que ou mostrar qual o trabalho que viria desenvolver. “Tenho consciência da responsabilidade e desafio em assumir a pasta compreendendo as dificuldades existentes na secretaria e buscando otimizar os recursos, fazendo mais com menos”, afirmou.

Uma boa parcela dos agentes estão resistentes às mudanças que o governo Fátima vem tentando implantar no sistema prisional, pois vão de encontro à metodologia que transformou o RN em um case de sucesso na gestão de Mauro.

 




Faça o seu comentário