Em sessão extraordinária, Câmara de Touros decide se vai investigar prefeito e pode destituí-lo do cargo

Publicado em: 12/10/2018

A Câmara Municipal de Touros decide, em sessão extraordinária convocada para hoje (12), se aceita denúncia contra o prefeito Assis do Hospital (PP). Ele foi acusado de cometer infrações política-administrativas na área da Saúde e da Educação. Caso os vereadores aceitam o pedido, será instalada Comissão Processante que pode afastar o gestor da Prefeitura Municipal.

A denúncia chegou à Câmara Municipal por meio da professora Rozangela Maria Silva de Sá, que integra o quadro de servidores do município. Segundo documentos entregues por ela ao legislativo, o prefeito teria usado mais de R$ 6 milhões, majoritariamente da Saúde e da Educação, de forma indevida.

A presidente da Câmara Municipal de Touros, vereadora Izabel Cristina (PSDB), explica que a convocação se deu porque a Procuradoria da Casa encontrou indícios de que as infrações tenham sido cometidas. “Já identificamos que houve remanejamentos acima de 30% sem a autorização do legislativo, o que é vedado pela Lei Orgânica do Município”, disse a parlamentar.

A Câmara de Touros é formada por 13 vereadores. Até o momento, 11 deles já se comprometeram publicamente a dar início aos trabalhos da Comissão Processante, para apurar a veracidade das informações. Comprovadas as infrações, o legislativo pode destituir o prefeito do cargo.

 

BG

 




Faça o seu comentário