DELAÇÃO: Pré-candidato a governador Fábio Dantas também tinha relação com possíveis funcionários fantasmas

Publicado em: 09/06/2018

A ré confessa Rita das Mercês, principal alvo da Operação Dama de Espadas, informou ao Ministério Público que os cargos e gratificações eram utilizados para custear apoios de deputados a projetos políticos e a votações. E entre os nomes citados está o do vice-governador e pré-candidato a governador Fábio Dantas (PSB).

Segundo Rita das Mercês, ele indicou 26 pessoas para ocupar cargos comissionados que ela não conhecia e afirmou nao saber se eles efetivamente trabalhavam na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN).

Em depoimento, Rita reconheceu ser impossível cada gabinete da Assembleia Legislativa abrigar tamanha quantidade de cargos comissionados.

 

Por Interino

 




Faça o seu comentário